• equipe_paradoxa

Desenvolvimento infantil: como saber se a criança está se desenvolvendo normalmente?

Atualizado: Jan 12

Uma dúvida comum entre pais e educadores de crianças pequenas refere-se ao processo de desenvolvimento esperado em relação aos aspectos motores e de linguagem. Questões relativas ao período normal para que uma criança aprenda a andar sozinha ou comece a falar as primeiras palavras são frequentes nos consultórios médicos e nas rodas de conversas entre professores e pais. Mas, afinal, como saber se a criança está se desenvolvendo normalmente?


Desenvolvimento infantil: aspectos motores, cognitivos e de linguagem

Quando um bebê nasce, muitas dúvidas e novas sensações acompanham sua família, que está sempre atenta aos novos aprendizados relacionados aos cuidados com a criança. A conquista do primeiro sorriso, dos primeiros passos e das primeiras palavras são momentos muito esperados pelas famílias e muitas vezes registrados como boas lembranças. Mas, nem sempre essas conquistas acontecem no período esperado, gerando angústias e preocupações na família e nos cuidadores de forma geral.


Para auxiliar a conduzir o processo de avaliação e fornecer referências para o desenvolvimento esperado em cada fase, são estabelecidos os chamados marcos do desenvolvimento infantil, que apresentam os comportamentos esperados para as crianças em diferentes faixas etárias, considerando os aspectos motores, cognitivos, sociais e de linguagem.

Apesar de apresentarem variações, considerando as diferenças individuais, os marcos do desenvolvimento são importantes para indicar a necessidade de avaliações e intervenções específicas o mais precocemente possível, a fim de evitar ou reduzir atrasos no desenvolvimento das crianças. De forma geral, devemos levar em consideração os principais marcos do desenvolvimento:

0 a 3 meses

  • movimenta a cabeça de um lado para o outro

  • olha e acompanha o movimento da mãe

  • acalma-se com a voz da mãe

4 a 6 meses

  • sustenta a cabeça

  • produz sons em resposta ao sorriso

  • consegue localizar alguns sons

7 a 9 meses

  • senta sem apoio

  • transfere objetos de uma mão para a outra

  • explora um brinquedo de diferentes maneiras (leva à boca, bate)

  • produz balbucio

  • atende quando chamado pelo nome

12 meses

  • fica em pé sem apoio

  • imita sílabas e palavras

  • aponta para pedir coisas

  • compreende ordens simples

18 meses

  • sobe escadas com apoio

  • nomeia objetos

  • emite duas palavras juntas

2 anos

  • corre sem cair

  • empilha cubos

  • fala frases de duas ou três palavras

  • nomeia partes do corpo

3 anos

  • consegue usar o banheiro

  • come com talheres

  • mantém diálogo com frases curtas

  • reconhece algumas cores

4 anos

  • abotoa roupa

  • executa comandos

  • faz e responde perguntas

  • apresenta fala compreensível

O que fazer quando suspeitar de algum atraso?

Caso seja observado que a criança não está correspondendo ao desenvolvimento esperado para sua faixa etária, é importante que a família procure ajuda especializada para acompanhar a criança e realizar as avaliações necessárias.

As consultas de rotina com pediatra são um bom momento para tirar todas as dúvidas em relação ao processo de desenvolvimento global. Aproveite esse tempo para perguntar mais sobre o desenvolvimento motor e de linguagem da criança, solicitando indicações de atividades de estimulação para realizar em casa.

Uma forma interessante de acompanhar o desenvolvimento das crianças e aprender um pouco mais sobre o que é esperado para cada fase, é a Caderneta da Criança, um documento elaborado pelo Ministério da Saúde para acompanhar o desenvolvimento das crianças desde o nascimento até os 9 anos de idade. Toda criança nascida em maternidades públicas e particulares no Brasil podem receber a caderneta gratuitamente. O documento também está disponível pela internet para acompanhar o desenvolvimento de meninas e meninos.

Caso você suspeite que seu filho, sobrinho, neto ou aluno esteja com algum atraso no desenvolvimento esperado para sua faixa etária, como: demorar para andar ou falar, demonstrar dificuldades para ouvir ou para interagir com outras crianças, procure um profissional de saúde, que pode fornecer as orientações para intervir adequadamente nas dificuldades observadas.

Lembre-se de que, quanto mais cedo as dificuldades forem percebidas, serão alcançados melhores resultados no processo de intervenção, favorecendo o desenvolvimento da criança em todos os aspectos.


Gostou das dicas e quer saber mais? Acompanhe mais publicações sobre desenvolvimento infantil nas nossas redes sociais!


Um abraço e até mais!

Referência consultada: Perissinoto J, Pedromônico MRM, Azevedo MF, Isotani SM, Silva AAM. Roteiro de diagnóstico e acompanhamento do desenvolvimento de crianças de 0 a 48 meses de idade. 1999.



Quero ficar por dentro dos novos conteúdos

Fale conosco

logo sem fundo.png
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • LinkedIn ícone social
  • Pinterest

Treinamentos e palestras na sua escola, faculdade, evento ou empresa

Entre em contato!

Venha dar aula com a gente!

Se você se identifica com a nossa proposta, clique aqui para preencher o formulário.

Copyright - Paradoxa Cursos Ltda. - 2020 - | CNPJ: 34.622.560/0001-08